Padre Cícero Machado

Em 05/01/2016 às 16:02h

Somos um presente para Deus

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor

É muito interessante e bonita a liturgia de nossa Igreja. Quem consegue acompanhar tudo o que se passa no dia a dia das missas e da vida da Igreja vai se enchendo de coisas boas. Mas estamos falando de Liturgia, e talvez nem todos saibam o que quer dizer esta palavra. Liturgia é a ação do povo para mostrar os acontecimentos da vida de Cristo. Esta ação deve ser feita como um corpo em movimento. O corpo é a Igreja, e a cabeça é Cristo. Daí que tudo o que aconteceu na vida de Cristo merece um esforço de todos os Cristãos para que se aproximem destes mistérios fazendo com que nada se perca ou fique esquecido já que cada palavra de Cristo cada gesto seu e cada acontecimento não pode ser esquecido, por este motivo que repetidamente, porém com bastante criatividade a vida de Cristo vai sendo mostrada. Este é o papel da liturgia, mostrar a vida de Cristo de forma que ela se torne a vida do povo, sempre nova, nunca como acontecimento do passado, mas tendo a memória de Cristo como presença misteriosa do próprio Cristo no meio da Assembleia.  Estamos falando de liturgia porque estamos vivendo momentos fortes da liturgia da Igreja.

Esse é o motivo pelo qual as celebrações da nossa Igreja, embora todos os anos tenham o mesmo rito, se mostram tão diferentes. Tudo é igual: As leituras, as vezes os cantos, as ofertas, enfim a Igreja, tudo parece ser igual, mas existe alguma coisa que não conseguimos explicar, Se sempre igual porque nos emocionamos tanto? Por exemplo, o porquê de nos emocionarmos tanto nas missas festivas, como sábado santo, onde cantamos onze salmos e fazemos oito leituras. Na missa de Corpus Christie, que todos os anos não nos cansamos de fazer os tapetes eucarísticos que parecem tão diferentes a cada ano. A paixão de Cristo que nos faz chorar ao relembrar as dores de Nosso Senhor e de Nossa Senhora. O natal que nos faz chorar ao ver uma criança elevada nas mãos do Sacerdote. 

Tudo isso é mistério. Nunca podemos duvidar da ação de Cristo na sua Igreja que nos faz fazer coisas lindas que tocam tão fundo em nossos corações com a sua vida. Primeiro porque a vida de cada um de nós a cada ano está diferente. Embora muito pouca coisa mude na nossa rotina, mas a cada dia somos pessoas diferentes.

O ano está começando e a liturgia vai começar tudo de novo. Ainda bem que falamos tudo de novo. Porque Cristo será sempre novo em nossa Igreja. Ele inspira a gente a fazer a sua vida acontecer dentro e fora da Igreja. Ele inspira as equipes de Liturgia a fazerem sempre coisas novas e encantadoras, como se mostrou para nós as noites de missa natal e ano novo cheias de risos e emoções, com lágrimas de Alegria que brotava na face dos fiéis dentro de nossa Igreja. Tudo foi e é tão lindo, tudo tem uma beleza misteriosa, isso tudo nós chamamos de LI-TUR-GI-A.

PARA MEDITAR E ORAR

Desde muito longe no tempo, desde antigamente, que trazemos a tradição de dar um presente a uma criança recém nascida. Talvez esta prática tenha vindo da época em que os três reis magos trouxeram presentes para o menininho Jesus. Eles trouxeram ouro, incenso e mirra. São presentes bem estranhos para uma criança. O que podemos imaginar que uma criança vai fazer com ouro, incenso e mirra? Mesmo porque, quando damos presentes a uma pessoa, nós esperamos que ela use esses presentes e Jesus teve de usar esses presentes, mas infelizmente ele os usou justamente do dia de sua morte. Ouro para o rei dos Judeus crucificado, incenso para elevar sua vida a Deus, e mirra para lhe aliviar a dor na cruz.

Vamos refletir agora o que nós acabamos de ouvir. É bom dar presentes. Mas melhor ainda é bom ser presente na vida de Jesus. As vezes somos tão ausentes. Faltamos tanto para com seu amor. Ele que nasceu, sofreu, morreu por amor de todos nós, hoje vive esquecido, sumido, uma história colocada somente no passado e não no presente. Tanto amor que ele nos deu e queria apenas que soubéssemos como retribuir. Muitas vezes dizemos as pessoas que não queremos presentes delas. Dizemos que elas estando na festa de nossa vida já é um grande presente. Vamos pedir a Deus no silencio de nosso coração que aceite também nos nossos presentes. Temos de tomar cuidado para não desprezar em vez de dar presente. Que não cheguemos perto do menino de mãos vazias, mas que possamos estar sempre perto dele com o nosso coração na mão para entrega-lo ao Senhor como sendo a melhor coisa que temos para lhe dar. 

Vamos ouvir uma oração de Santo Inácio de Loiola em que ele dá de presente a vida para Deus e repita baixinho no seu coração. 


"Tomai, Senhor, e Recebei", 

Tomai, Senhor, e recebei
toda a minha liberdade,
a minha memória,
o meu entendimento
e toda a minha vontade,
tudo o que tenho e possuo;
Vós me destes;
a Vós, Senhor, o restituo.
Tudo é vosso,
disponde de tudo,
à vossa inteira vontade.
Dai-me o vosso amor e graça,
que esta me basta...


Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Paróquia São Paulo, Pe. Cícero Machado Ribeiro, MSC

Fotos

Rua Dr Afonso Canedo, 47 Muriaé - MG, 36880-000 - 32 3722-2363 | Todos os direitos reservados a Paroquia São Paulo

Todos os direitos reservados a