Padre Cícero Machado

Em 29/12/2015 às 14:04h

NATAL DAS LÁGRIMAS DE ALEGRIA

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor
Foram muito bonitas as celebrações de natal em toda Muriaé. Eu dei uma navegada pelos sites de notícias da cidade que falavam das celebrações de natal em nossas Igrejas. As decorações estavam lindas. As encenações muito bem caracterizadas. Cada qual contando a mesma história do seu jeito. Todos podiam visualizar o nascimento de Jesus como se estivessem há 2015 anos atrás. As Liturgias impecáveis. Os cânticos muito bem cantados. Os Padres com suas homilias muito bem preparadas, encantando a todos. As Igrejas muito cheias. Todos, desde o mais pobrezinho, colocaram uma roupa nova para ir à Igreja. Havia uma magia no ar. Luzes e penumbra, sombras na escuridão da Igreja. De repente um silêncio tomava conta de quase mil pessoas. Parecia que todos tinham parado de respirar, eis que não mais que de repente, surge no meio da penumbra da noite um menininho, pequenininho, envolto num lençol, nos braços de sua mãe. Bem fragilzinho e ao mesmo tempo tão forte. Numa fortaleza tão grande capaz de fazer uma porção de mulheres se desmancharem em lágrimas de emoção. E nós, homens grandes e feitos, metidos a fortes, também numa grande emoção, segurando um nozinho na garganta, e alguns até nem conseguiram segurar, deixaram escorrer aquela lágrima abençoada, ao ver uma criança, na mais perfeita e singela obra do criador, a lágrima da alegria e da emoção. Talvez lembrando dias felizes e emocionantes de suas vidas ao segurarem um dia seu próprio bebe ao colo. 

Tudo ia acontecendo do mesmo jeito como acontece há milhares de anos. O mesmo menino, a mesma Maria o mesmo José. Então porque temos a impressão que a gente nem sabia de tudo o que ia acontecer? Porque parece que estava acontecendo uma grande novidade? Porque a nossa Alma a cada dia se renova, e o que era velho se torna novo quando a gente encontra dentro da gente o amor, e aquele menininho lá no altar, nas mãos daquela mãe tão cuidadosa fez a gente encontrar o amor que está guardado dentro da gente. Mas que num momento tão lindo como aquele, ele sai para fora de nós e nos traz uma felicidade que temos e que nem sabemos que mora lá no nosso coração. 

A gente tem o coração bom. A gente gosta da beleza e da alegria. A gente gosta de festa e de paz. E a gente pode encontrar tudo isso numa criança que nasceu diante de nossos olhos embebidos em lágrimas de emoção. Tudo é mistério. 

Quisera Deus se pudéssemos celebrar este mistério todos os dias. Mas senão todos os dias, pelo menos uma horinha em todos os domingos numa Igrejinha, ou numa grande catedral, poderemos encontrar lá a nossa felicidade, ou seja, o menino Jesus, nascendo todo dia na Hóstia consagrada. 

Coração preenchido. Cheiro de natal, ceia, lágrimas e risos...

Podíamos sentir a presença de Deus em cada olhar, em cada gesto, em cada emoção, em cada filho de Deus. Foi definitivamente uma noite feliz. Bom Dia com Cristo para você que consegue se emocionar sempre com as coisas bonitas de Deus.

Oração 

Senhor, meu Deus, eu quero agradecer pela Tua bondade e misericórdia de nos enviar seu Filho, o menino Jesus, que se fez homem entre os homens para se sacrificar e salvar a todos nós com a palavra da salvação. Eu quero agradecer pelos amigos que foram colocados em meu caminho e através dos quais muitas vezes pude ser consolado e consolar, agradeço a amizade, agradeço a confiança e a fé de que além de Ti que é a luz que guia meu caminho, também tenho amigos para alegrar minha jornada.

Senhor, meu Deus, que eu possa renovar meus votos de fé e esperança em Ti para caminhar em Tua presença durante todos os dias do novo ano que se anuncia e assim seguirei aprendendo as lições da vida, seguirei cercado de bons amigos e farei novos também. Verei em minha família a Tua escolha e saberei reconhecer em cada membro a figura de um irmão que também é teu filho e que nos faz membros da mesma família sob a qual o Pai maior prevalece e abençoa a todos com sua glória e amor infinito.

Muito obrigado meu Senhor, meu Pai, meu amigo. Amém.



Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Paróquia São Paulo, Pe. Cícero Machado Ribeiro, MSC

Em 22/12/2015 às 16:43h

Feliz Natal

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor
Gente, 

Só faltam poucos dias para o Natal. A cidade está em polvorosa. Uma correria danada. Cada um carrega uma ou várias sacolinhas na mão. Eu parei, na praça da cidade, e fiquei olhando aquelas pessoas e imaginando o que haveria de ter dentro das suas sacolas. Depois cheguei à conclusão que já não importava o que tinha dentro das sacolas porque todas elas tinham uma coisa em comum: cada um levava alguma coisa para dar para alguém. Era um brinquedo, uma roupa, uma bijuteria, uma panela, um bichinho de pelúcia. Mas a grande maioria das pessoas estavam comprando coisas para dar aos outros. E muito mais, para dar a quem se ama muito. Um filho, uma criança, um neto, a esposa, ao marido, ao amigo... O importante é oferecer, é ver um sorriso, é ganhar um abraço, é ser lembrado depois, e lembrar de alguém. A cidade está cheia de gente buscando uma forma de levar alegria para dentro da vida de alguém. Isso é tão Bonito! Isso, em última análise, nós chamamos de paz. Mesmo porque, cada um que passava naquela praça, tinha no seu coração suas angústias, suas dores, suas preocupações, mas todas as preocupações, naquele momento, pareciam esquecidas. 

A praça estava cheia de sons, de cores, de risos, de crianças, de gente conversando, o sol brilhava e iluminava todas as faces. Parecia que Deus refletiva nos sorrisos e nos olhares. Que magia é essa que nos traz o Natal!? Que preparação bonita da sua chegada!? Não pelos presentes, nem pelas compras, mesmo porque alegria não se compra. Como é comum ao ser humano a alegria. A alegria está dentro de nós, basta termos um pequeno motivo para que ela saia pelas ruas e contagie todas as pessoas e faça nascer de dentro dela a vontade de leva-la para a vida dos outros. Por isso o Natal tem um nome: Deus Conosco, Jesus Cristo, o Príncipe da Paz. Bom seria se todos nós conservássemos esta alegria por todos os dias de nossa vida, porque a alegria está no coração daquele que sabe amar, mais do que receber. 

Feliz Natal é para todas as pessoas que carregam dentro de si a alegria de ir as praças e as ruas, e levar para casa um pouquinho de alegria para quem se ama. E depois ir à Missa de Natal agradecer tudo o que fez pelos seus amores. E pela alegria de viver. 

Feliz Natal.

Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Paróquia São Paulo, Pe. Cícero Machado Ribeiro, MSC, Feliz Natal

Fotos

Rua Dr Afonso Canedo, 47 Muriaé - MG, 36880-000 - 32 3722-2363 | Todos os direitos reservados a Paroquia São Paulo

Todos os direitos reservados a