Padre Cícero Machado

Em 14/07/2014 às 07:45h - Atualizado em 14/07/2014 às 19:06h

Corpus Christi: "Quem vive do corpo de Cristo, transfigura vida e não tem medo da morte"

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor

Na semana de Corpus Christi eu visitei uma Criança de quatro meses de idade, era uma "bolinha", gordinha, fofinha. O Mais incrível, mais bonito, aliás, divino é que a criança só mama no peito, só o leitinho da mãe, o que faz ficar bem gordinha e se bobear ela fica muito gordinha, e foi lindo toma-la ao colo. E eu logo que a vi tão fofinha eu perguntei o que ela já estava comendo, e a mãe disse: "Não, é só o peito, ela mama e dorme, mama e dorme..."

Lendo os textos da missa de Corpus Christi, especialmente o evangelho, aparecem 10 vezes conjugados o verbo comer e beber. Aquela criança que eu vi e outras tantas que nós conhecemos comem e dormem. Só acordam na hora de comer, pois essa é a hora da necessidade! Nós também somos assim. Procuramos Cristo na hora da necessidade.  Aí Cristo dá o que comer. E adormece o coração.

Tem pessoas que apenas procuram a Deus na hora da necessidade, e Deus como qualquer mãe acorda a qualquer hora para dar de comer a seu filhinho.  Não adianta colocar a comida na hora que não tá com fome, quando não temos fome não comemos. Aqui neste evangelho,  quando Jesus fala 10 vezes a palavra "Comer", ele não quer dizer de algo espiritual não, ele quer dizer do pão dele. A comparação com a maná no deserto  que vem do céu é significativo, porque o povo que estava no deserto com fome não queria nada espiritual: como se disséssemos: "reza que vai alimentar  sua barriga".  Não é isso. Jesus não falou assim:  "Faz uma mesa que vou fazer um alimento espiritual", não, ele disse: "desejei ardentemente COMER esta ceia com vocês" (Lc 22,15).

Quando a gente come, a gente come pão mesmo. Daqui a pouco será distribuído entre vocês pão transubstanciado, é gosto de pão, mas é a minha carne, disse Ele. Ele transforma o pão em carne, "Quem não come a minha carne não tem a Vida em si".  A Gente pode também dizer isso, Ele não quis que comêssemos aquele pedacinho de pão somente, apesar de que nós temos santos em nossa igreja, como Santa Rita de Cássia, que passou  quatro anos se alimentando somente do Pão Eucarístico e mais nada. Viveu quatro anos assim.

Quando Jesus fala "Come que você vai viver!" não é só pra viver na vida eterna, mas também viver aqui. É importante que a gente saiba disso. Que isso seja uma verdade em nossa vida. Ele deixa seu sangue para que nosso espírito seja forte, o Corpo, o Pão é para ter a vida e o sangue proclama a morte,  o sangue é a morte de Cristo, ele diz: "Este é meu sangue que será derramado por vós". Um sangue derramado é sinal de morte, então quando ele fala "Derramo meu sangue por amor a vocês" ali é a morte para a vida. "Meu Corpo e sangue é para a vida".

Assim como aquela criança que engorda e fica forte, nosso espírito fica forte comendo. E para aqueles que têm muita fé acaba tendo seu corpo incorruptível guardados aqui entre nós . Sabemos que muitos santos receberam esta graça. Entre estes santos e santas estão a própria, Santa Rita de Cássia (1381-1457). Seu corpo intacto está no Mosteiro de Santa Rita, Cascia, Itália. Também  Santa Catarina Labouré (1806-1876), seu corpo está na Capela da Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças - Rue du Bac nº 140, Paris-França. Também São Vicente de Paula (1581 — 1660). O corpo de São Vicente está na capela do santo na rue de Sèvres, Paris, França, perto da Capela da Medalha Milagrosa. Santa Clara de Assis (1193-1253), irmã de São Francisco. Assis, Itália. Santa Clara de Assis (1193-1253).

O tema de Nossos tapetes são João XXIII e João Paulo II, os dois "João" trazem em seu rosto em seu coração a eucaristia o amor que aprenderam de Deus. Quem vê o rosto do Papa João Paulo II, (que rosto angelical), e vê o corpo de João XXIII incorrupto pode ver que eles transfiguram Cristo.  QUEM VIVE DE CRISTO TRANSFIGURA CRISTO, mostra Cristo para os outros, no seu próprio corpo.  "Aquele que come a minha carne e bebe do meu sangue vai viver de mim e vai morrer por mim". Viverá eternamente. E o que é eterno teve começo e não tem fim.

Povo santo de Deus: "Ao enxergarmos  a Eucaristia no sangue e na fração do pão, Saibamos que ali está a vida de Cristo que se espalha dentre nós. Não foi a toa que ele pediu para comer, e pediu 10 vezes, pediu para a gente beber do seu sangue com gosto de vinho isso é que é mais importante para nós. Na sua sabedoria ele quis isso, que a sua carne fique com gosto de pão. mas Jesus sabe é seu corpo doce para nós e seu sangue com gosto doce de vinho da alegria que enche o espírito.

Saibamos: "A eucaristia será sempre a nossa força em qualquer momento. Portanto nunca se afaste dela e ela te fará caminhar".

Em Corpus Christi celebramos a manifestação do corpo de Cristo nas ruas. Caminhamos para igreja e chegamos ao pórtico e após isso, só o céu que nos espera. Repousar nos braços de Deus, aonde Jesus chegou e Deus o acolheu com carinho. Mas que aqui na terra nós podemos acolhê-lo, agora com a eucaristia, tê-lo em nossas mãos.

A Igreja há algum tempo nos permitiu pegarmos a Hóstia Santa na mão e nossa mão assim se transforma também em um colo para Jesus já que ele desceu da cruz mole, cansado, sem vida. Foi tirado de lá e foi colocado em nossas mãos. Vamos fazer um colo para Jesus que ele fará do nosso corpo naquilo de que é mais perfeito que é sua própria vida! Que Seja assim dentre nós!

"O corpo é para a vida, o sangue é para a morte. Quem vive do corpo de Cristo, transfigura vida. Quem ama e segue a Deus, não tem medo da morte".


Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Paróquia São Paulo, Muriaé, Pe. Cícero Machado Ribeiro, MSC

Fotos

Rua Dr Afonso Canedo, 47 Muriaé - MG, 36880-000 - 32 3722-2363 | Todos os direitos reservados a Paroquia São Paulo

Todos os direitos reservados a