Padre Cícero Machado

Em 29/08/2017 às 14:17h

Uma nova Igreja - De Pedra e de Pedro

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor

Houve um tempo em que Jesus estava cansado de ouvir falar mal dele, falavam mal, colocavam apelidos, xingamentos. Houve quem o chamasse de Belzebu. Belzebu é o príncipe dos demônios. Armavam armadilhas. Certa vez jogaram uma prostituta aos seus pés, vocês bem conhecem quem é, é a Maria Madalena, jogaram ela aos pés de Jesus achando que ele iria apedrejá-la. Ele, simplesmente, disse que quem não tivesse pecado que atirasse a primeira pedra.

E assim foram muitas e muitas vezes. Chegaram ao ponto de leva-lo ao alto de um precipício para atirá-lo lá de cima, e na última hora, desistiram.

Jesus não se cansou de tentar faze-los entender que a Religião tem de cuidar dos mais pobres, das viúvas, dos órfãos, dos doentes, dos que estão perdidos e precisam de abrigo. Religião é serviço. Mas eles não queriam entender, e ainda mais, achavam que estavam certos. Brigavam com o Mestre porque ele comia com os cobradores de impostos e com as prostitutas. Certa vez tiveram o desplante de chamar o mestre de Beberrão e comilão.

Realmente, chegou uma hora em que o mestre se cansou. Essa gente má, louvava a Deus com os lábios mas seus corações estavam cheios de perfídia e de maldades. Raça de víboras, gente falsa e hipócrita. Eles frequentavam a sinagogas e andavam bem vestidos pelas praças, mas estavam cheios de maldades. Sepulcros caiados.

Diante disso tudo Jesus desistiu de frequentar as sinagogas deles e seus templos, resolveu criar uma nova maneira de se reunir em nome de Deus. Realmente, não dá para a gente se relacionar com quem vive falando mal da gente. Essas pessoas acabam fazendo a gente sentir dentro de nós sentimentos que nunca queríamos sentir. Por isso, o Mestre resolveu deixá-los de lado, e buscar outros caminhos para implantar o seu projeto de mais amor, carinho, e cuidado entre os homens, onde todos pudessem conhecer Nosso Deus Pai, o Criador, e ter uma humanidade feliz onde todos pudessem amar uns aos outros.

Foi aí então que Ele pensou em pessoas que pudessem religar as coisas da terra com as coisas do céu. Daí Jesus chamou Pedro para ser a pedra fundamental onde Ele iria edificar a sua Igreja. E ainda garantiu que as portas do inferno nunca prevaleceriam contra a sua Igreja.

Mas até hoje estas portas do inferno lutam contra a Igreja de Cristo. Pudemos acompanhar atualmente pelo WhatsApp um vídeo em que um pastor de uma igreja pentecostal, compara nossa Senhora Aparecida com uma garrafa de Coca-Cola, falando mal da Mãe de Jesus e ainda chamando a Santinha de coisa preta. Altíssimo grau de Preconceito e acima de tudo desrespeito com a Igreja que Cristo quis.

Contudo a Igreja permanece na história e perpassa todas essas ignorâncias. Falaram mal do próprio Cristo, tanto fizeram que o mataram. Mas A Igreja que Ele deixou o traz presente em todas as missas, ele está ali, ele mandou fazei isso em memória de dele. Ele instituiu a Eucaristia. Não quis mais as sinagogas, nem os templos falsos de Salomão, ou Jerusalém, ou seitas como tantas que até hoje vemos por aí. Ele quis que os batizados se reunissem. E aqui estamos sobre as ordens de Pedro hoje tão bem representada pelo papa Francisco.

Nosso Bom dia de hoje vai para todos que sabem dizer quem é Jesus Cristo, e o buscam lá na sua Igreja, ou numa capelinha perto de sua casa, ouvindo sua palavra, e seus ensinamentos. Comendo do Seu Corpo e bebendo do seu Sangue, ele está lá. Vá procura-lo. Ele quis assim e que seja assim dentre nós.

Pe. Cícero Machado Ribeiro



ORAÇÃO PARA REZAR E MEDITAR

Querido DEUS!
Obrigado, Senhor, por mais um dia que me dás, pelo alimento à minha mesa, pela família da qual sou parte, por amar aos meus irmãos, por buscar sempre ser justo, por saber perdoar as ofensas, pela consciência das minhas faltas. Obrigado, Senhor, por crer em ti, por amar a tua igreja, pelo bem que pude praticar, pelo mal que eu soube evitar. E porque me deste a fé, me alimentas a esperança, e me fazes filho da tua caridade,Eu agradeço por me lembrar que sou Teu filho(a).
Agradeço por me mostrar que sou protegido, guiado e iluminado pela Tua presença divina no mais íntimo do meu ser.Agradeço, Senhor, por me dar abrigo na tempestade, por endireitar o que esta torto, por criar saídas onde parece não haver escapatória.
Agradeço por me perdoar quando eu não posso ou não quero perdoar a mim mesmo.
Agradeço, Senhor, pela Tua compaixão, pela Tua graça, pela Tua bondade, que estão sempre presentes, sustentando-me nos momentos mais difíceis.
Agradeço, Senhor, por não me deixar esquecer que o Senhor habita em mim e é a força que dá vida a minha alma.
Agradeço, Senhor, pela pessoa que sou. Por estar na tua Igreja, por ser membro do teu Corpo Místico.
Que Assim Seja. Amém!

Músicas relacionadas: Música 1: O padre - Pe. Antônio Maria e Elba Ramalho.

Música 2: Agradecimento - Padre Antônio Maria - (Álbum Com Vida) oficial


Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Pe. Cícero Machado Ribeiro, msc

Fotos

Rua Dr Afonso Canedo, 47 Muriaé - MG, 36880-000 - 32 3722-2363 | Todos os direitos reservados a Paroquia São Paulo

Todos os direitos reservados a