Padre Cícero Machado

Em 30/06/2016 às 10:55h

O que fazer para ser Santo? Aprenda com São Paulo

(Padroeiro da cidade de Muriaé)

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor

É o feriado do dia do padroeiro da cidade de Muriaé. A antiga cidade de São Paulo de Muriaé. O santo protetor de Muriaé: São Paulo. No dia 25 de Janeiro nós celebramos o dia da conversão de são Paulo quando ele deixa de ser um perseguidor dos cristãos e passa ser um defensor do evangelho. Mas no dia de amanhã, dia 29 de junho, nós queremos lembrar uma outra face de Paulo. Um homem amante da Igreja de Cristo. Pessoa que tornou sua alma boa. Afinal os santos são gente de alma boa. Gente feliz. Gente que acredita que viver é bom. Que não dá importância para a dor, para as chibatadas da vida. Gente que gosta de viver. Gente que considera tudo como perda, em nome da riqueza que está reservada para quem consegue ser feliz naquilo que faz. Isso é ser santo. Descobrir que se está fazendo uma coisa muito errada e mudar de vida. Isso sim é ser santo.

Gente que quer fazer os outros felizes. Que quer ajudar aos outros. Que tem fé na vida e em Deus, e sabe que é preciso combater o bom combate, vencer a corrida e guardar a fé. Que tudo podemos naquele que os fortalece.

Para ser santo é apenas preciso saber que tudo nos é permitido; mas nem todas as coisas nos convêm fazer. Que ainda que falássemos a língua dos homens, e falássemos a língua dos anjos, sem amor, nada seria. E que quando se é fraco é que se é forte. E não esqueçamos que o verdadeiro perdão se reconhece pelos atos, muito mais que pelas palavras e o amor é sempre paciente e generoso. Nunca é invejoso, não é rude nem egoísta. Não se ofende nem se recente mas se regozija com a verdade. Que é preciso combater o bom combate e gradar e fé.

Até parece que essas palavras são todas minhas. Bem que eu gostaria de dizer estas palavras e que elas tivessem sido escritas um dia por mim. Mas não foram. São realmente palavras lindíssimas, mas que brotaram, há dois mil anos, dos lábios de são Paulo e de sua caneta, quando escreveu as cartas as comunidades.

Alguns filhos de Deus não acreditam nos santos. Tem medo de serem chamados de idólatras...

Não tem importância! Deus conhece seus corações e sabe das suas intenções.

Mas apenas gostaria de Dizer que esses que são, hoje chamados de Santos pela Igreja, e que são renegados por tantos irmãos, foram eles que nos trouxeram até hoje as Palavras do Evangelho de Cristo. Foram eles que fundaram as primeiras igrejas de Cristo. Foram eles que morreram defendendo a Igreja de Cristo.

Hoje podemos ver muitas igrejinhas por aí. Em todas elas está presente a bíblia. E as pessoas carregam esta bíblia com muito orgulho. Vemos pelas ruas tantas pessoas com ela debaixo do braço. Pois é, esta bíblia só chegou até as nossas mãos porque os santos de Deus, entre eles São Pedro e São Paulo, deram a sua vida para defende-la, e traze-la até nós. Para que nós a colocássemos nos nossos altares e debaixo do braço. Esses homens merecem de nós toda a reverencia e respeito. Não são eles ídolos para idolatrarmos, são gente de Deus, que vivem com Deus.

Seria bom que todos os homens e mulheres cristãs, pudessem agradecer a quem, com seu sangue e com a sua carne possibilitaram que a Salvação chegasse até nós através de suas próprias vidas. Porque esses deram a vida pelo Evangelho. A eles todo nosso respeito e amor.

PARA ORAR E MEDITAR: Oração de São Paulo

Glorioso Apóstolo São Paulo, vaso escolhido do Senhor para levar seu santo Nome por toda a terra; pela abrasada caridade com que tomáveis os trabalhos do próximo como se vossos fossem; pela inalterável paciência com que sofrestes perseguições, prisões, açoites, correntes, tentações, naufrágios e até a própria morte.

Pelo zelo que vos estimulava a trabalhar dia e noite em benefício das almas; e sobretudo pela prontidão com que vos rendestes imediatamente à graça, ao primeiro chamado de Jesus Cristo no caminho à Damasco; rogo-vos por todos os apóstolos de hoje, e também para que me consigais Senhor que eu imite vossos exemplos, ouvindo prontamente a voz da sua inspiração e lutando contra minhas paixões com total desprezo pelas coisas temporais e apreço pelas eternas, para a glória de Deus pai, que com o Filho e o Espírito Santo vive e reina por todos os séculos dos séculos. Amém.


Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Paróquia São Paulo, Pe. Cícero Machado Ribeiro, MSC

Fotos

Rua Dr Afonso Canedo, 47 Muriaé - MG, 36880-000 - 32 3722-2363 | Todos os direitos reservados a Paroquia São Paulo

Todos os direitos reservados a