Padre Cícero Machado

Em 09/03/2016 às 11:16h

Louvor a perfeição da Criação: A Mulher

Versão para impressão
Enviar por e-mail
Conheça o autor
Quero te fazer uma pergunta: Você tem consciência do porquê hoje se comemora o dia internacional da mulher. Vou dar três segundos para você se lembrar. 1, 2, 3 pronto, se lembrou?

Será que é um dia de ganhar presente? Será que é o dia de ganhar flores do marido ou do namorado? Ou então é o dia do patrão dar um agrado?

Para as que se lembraram parabéns. Para as que não se lembraram, ou mesmo que nem sabiam. Eu lamento muito.

O dia internacional da mulher é, de fato, um desses casos em que nossa memória falha e esquece a história das coisas. Os homens de nosso tempo têm memória muito curta. Às vezes até muito conveniente. Apagam-se no tempo histórias incríveis e o sentido das coisas vai se perdendo ao longo da História. Quero lembrar que hoje é dia de luta, dia de busca de dignidade, dia de justiça, dia de rememorar todas aquelas mulheres que deram a sua vida, morreram mesmo lutando por dias melhores para seus filhos. Pararam as fábricas, lutaram contra seus patrões opressores. Foram para as ruas. Fizeram greves. Foram assassinadas, espancadas. É... Espancadas, como aquelas professoras que foram espancadas no sul do Brasil há menos de um ano porque lutavam por um salário melhor. Saibam todos e todas vocês que este foi o motivo de se criar o dia Internacional da mulher. A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu nos primeiros anos do século XX, nos Estados Unidos e na Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, bem como pelo direito de voto.

Hoje é dia de louvar a mulher de luta, que não se deixa explorar, que sai cedo de casa para o trabalho, e chega em casa à noite e deixa a roupa de molho para lavar no outro dia. Aquela mulher que acorda as cinco horas da manhã para deixar o almoço pronto antes de sair. Aquela que racha as despesas da casa e não se deixa humilhar pelo marido machista, e nem leva tapa na cara sem leva-lo na justiça. Esse é o dia internacional da mulher, que mesmo sem sair de casa trabalha tanto quanto estivesse fora de casa que arruma, limpa e lava e costura, sem perder o perfume, graça e sensualidade para agradar seu amado e nem a ternura para dar um beijo em seus filhinhos, merece ela ser mais amada e acarinhada.

É uma pena que nossa memória transformou este dia memorável em mais uma data comercial. De enfeites e decorações e buquê de rosas. Quero dar os parabéns a todos os homens que hoje vão levar um buquê de rosas para sua mulher, não porque quer fazer uma média entrando no ritmo do comércio, mas porque sabe que sem a força da mulher, a vida, as lutas do dia a dia, ficam mais difíceis de serem vencidas.

Para orar e meditar

Queremos rezar pelo dia internacional da mulher.

Conta a bíblia que, lá pelo sexto dia da criação do mundo, Deus criou o Homem. Moldou-o com suas próprias mãos. Era a peça mais importante de toda a sua criação. Mas não era o toque final. Eis que o toque final surgiu de um pedido do homem ao seu criador, que lhe desse uma companheira semelhante a ele. Deus fez então o homem cair num sono profundo, e lhe cria a mulher, como se ela nascesse de um sonho, o sonho mais belo, mais formoso, mais encantador. Uma companheira com que se podia brincar e rir, correr e comer com a alegria o pão da união e da vida. A felicidade estava feita e Deus viu que tudo o quanto fizera era bom e feliz.

Hoje temos algumas desordens. Mas tudo pode voltar a ser como era antes. Tudo pode ser como Deus pensou. Deus pediu que houvesse somente o domínio sobre as coisas e sobre os animais. Que as coisas poderiam ser usadas, mas nunca permitiu que o homem usasse a mulher e que nem a mulher usasse o homem, por isso fez nascer a mulher do lado da costela para ser abraçada, para estar do lado, para ouvir palavras ao pé do ouvido, para andar de mãos dadas.

Não se pode inverter o pensamento de Deus. O homem não pode dominar a sua companheira. Deus não fez a mulher para ser usada, mas sim para ser amada. Quem usa a mulher por puro prazer certamente pagará muito caro para ser infeliz. Que Deus abençoe todos os homens que amam as suas mulheres e as fazem felizes. Esses cumprem o pensamento de Deus ao criar a coisa mais bela e perfeita do universo: A mulher.

Obrigado Senhor por teres criado no mundo a mulher

E por tê-la enriquecido com preciosos dons:

o carinho, a sensibilidade, a beleza,

a ternura, a dedicação e o amor.

Deste ao homem a graça de encontrar

na mulher: uma amiga, irmã,

companheira, esposa e mãe.

Nela se processa o mistério da vida,

sendo capaz de gerar,

de trazer à luz filhos e filhas.

Sem sua presença no mundo,

o amor estaria fadado à extinção.

E o mundo ficaria pobre e sem sentido.

Perdoa-nos, Senhor,

por nem sempre sabermos reconhecer

o verdadeiro valor da mulher,

por muitas vezes a considerarmos objetos,

sexo frágil e força de trabalho doméstico.

Que também a mulher reconheça seu valor,

sua dignidade e sua missão no mundo.

Que ela não aceite ser instrumentalizada

nem banalizada no seu corpo e nos seus

sentimentos.

Que no corpo e na alma de cada mulher,

possamos continuar encontrando os sinais

de MÃE que nela plantaste, Amém. Isto tudo Te pedimos pelos merecimentos de Jesus Cristo

Vosso Filho amado. E pela intercessão de Nossa Senhora Mãe da Divina providência.

Autor: Padre Cícero Machado


Tags relacionadas: Paróquia São Paulo, Pe. Cícero Machado Ribeiro, MSC

Fotos

Rua Dr Afonso Canedo, 47 Muriaé - MG, 36880-000 - 32 3722-2363 | Todos os direitos reservados a Paroquia São Paulo

Todos os direitos reservados a